Menu fechado

Tipos de demência: A doença de Alzheimer é a mais comum?

A doença de Alzheimer é a principal causa de demência. As estatísticas apontam que ela responda por 60% dos casos, variando um pouco conforme a faixa etária. Existem dezenas de outras doenças que cursam com o quadro de uma demência, vou comentar sobre 3 delas:


1) Demência Vascular
É um tipo de demência que também tem se tornando cada vez mais prevalente, ou seja, mais comum nos idosos. Essa forma de demência resulta dos danos na vascularização direta do cérebro – principalmente por lesões isquêmica, que levam ao menor fluxo sanguíneo para regiões específicas ou grandes áreas. Ela também pode surgir após um derrame (um acidente vascular encefálico). Quanto à apresentação clínica, ela pode ser bastante variável, podendo preservar a memória recente, estar associada à depressão e a oscilações entre os dias. O exame de ressonância magnética ajuda e muito no diagnóstico, assim como a história de cardiopatia e fatores de risco cardiovascular do paciente. Ela é mais em cardiopatas, tabagistas, diabéticos e hipertensos.

2) Demência por Corpos de Lewy
É um tipo de demência que muitas vezes passa batido, com bastante confusão com a Doença de Parkinson e com o uso de medicamentos da classe dos antipsicóticos. As características da Demência por Corpos de Lewy são: a presença de sintomas motores, como rigidez para caminhar, movimentos mais lentos, alucinações, oscilações ao longo do dia e da semana. As primeiras manifestações cognitivas podem poupar a memória recente e estarem mais relacionadas com a orientação espacial, por isso, os testes cognitivos costumam auxiliar bastante.

3) Demência Frontotemporal
Na verdade, esse tipo de demência é como um conjunto de doenças, digo isso porque existem mais de um tipo de demência Frontotemporal, cujos prejuízos são em comportamento ou capacidade de linguagem num primeiro momento. As regiões afetadas por essas demências são, como o próprio nome diz, os lobos frontais – responsáveis pelo controle do comportamento, planejamento de tarefas e nosso senso moral e social – e os lobos temporais, responsáveis por muitas funções, entre elas a compreensão verbal, de leitura e a expressão. São demências frequentes em idosos mais jovens.
Atualmente, sabe-se que, em muitos casos, há uma combinação de lesões, em especial acúmulo de proteínas, relacionadas a diversas doenças numa mesma pessoa. Como assim? As análises têm apontado que, num mesmo cérebro, além das lesões típicas do Alzheimer, outras lesões costuma estar presentes em quantidades importantes. A essa condição, chamamos de demências mistas.
Conhecer os principais tipos de demência é importante para definirmos o melhor tratamento e agir de maneira preventiva conforme cada um deles.

Post relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *